sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A insustentável leveza do tempo



6 comentários:

Mary disse...

Este quadro da Frida Kahlo é muito impressionante e de uma grande beleza como aliás toda a sua obra em que predominam as cores fortes que transmitem as emoções de uma forma própria.

Vi o filme sobre a vida da artista e adorei.

Wolkengedanken disse...

Muito interessante titulo para o quadro: Kundera + Kahlo ? :))

Obrigada pela nota 10 :)) O problema é que nao consigo copiar o selo :(

Zoe disse...

wolk
sim, efectivamente este é um quadro de frida kahlo exorcizando a dor dos abortos espontâneos que sofreu.
a insustentável leveza do tempo que mitiga a dor...
beijinho
zoe
P.S. Para copiar o selo, coloque o botão direito do rato em cima do selo, onde diz "save picture us" guarda em "as minhas imagens" e depois para colocá-lo no blog faz o caminho contrário. vai a "as minhas imagens" buscá-lo.

Zoe disse...

mary,
sim a frida kahlo é aquela pintora que pinta no fio da navalha...

“Um gato leva a outro” disse...

Horrível esta pintura... quanto sofrimento aguentará um ser humano???

Zoe disse...

viva isabel
gostei muito de conhecer o seu blog, pois quem ama animais e faz alguma coisa por eles tem entrada directa no meu coração...

quanto ao quadro da frida kahlo ele reflecte o sofrimento de um aborto espontâneo. quando nos faltam as palavras, valhem-nos os artistas. aliás, frida kahlo adorava animais e andava sempre com um papagaio, um macaco ou um gato ao ombro, deu-me uma ideia vou colocar hoje uma dessas imagens.
abraço
zoe