sábado, 1 de agosto de 2009

Avastin

Vá, expliquem-me tudo como se eu tivesse 5 anos. So, primeiro é o laboratório que em Fevereiro último tinha escrito a todos os directores e responsáveis hospitalares desaconselhando o uso oftalmológico do Avastin. Mas, era a primeira vez que ia ser usado, para o laboratório fazer esta advertência? Há quanto tempo está a ser ministrado o Avastin, em serviços oftalmológicos? Segundo palavras de um tal Esperancinha do Conselho de Oftalmologia da Ordem dos Médicos, há 3 anos que é utilizado. Então, porquê só no pasado mês de Fevereiro vem o desaconselhamento da Roche? Não percebo nada.
Depois há uma chamada anónima para o Santa Maria denunciando a presença de uma substância tóxica no produto injectado aos 6 doentes.
Posteriormente vem a confirmação de troca de substância nas injecções ministradas e de suposta guerra entre farmacêuticas. Agora só falta atribuir responsabilidades. Só falta saber quem errou, como, e a que horas.

5 comentários:

WOLKENGEDANKEN disse...

Nao conheco o caso de que falas, mas na industria farmaceutica as vezes há historias tenebrosas :(

Zoe disse...

é uma história com contornos dramáticos. depois de uma operação oftalmológica no hospital de santa maria em lisboa, seis doentes ficaram cegos.e,ainda não se apuraram responsabilidades.

WOLKENGEDANKEN disse...

Que horror !! nao deve haver muitas coisas piores do que ficar cego !! Mas já que aconteceu pelo menos seria assunto duma indemnizacao de milhoes .......

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Aparentemente seria o mais fácil, mas em Portugal será certamente o mais difícil

Zoe disse...

ainda hoje rodrigues guedes de carvalho no jornal da noite falou dos casos da cegueira por explicar.
por quanto tempo irão permanecer por explicar? tudo isto parece-me totalmente irreal