domingo, 16 de agosto de 2009

Massa com sardinhas

Trabalhar com estrangeiros oferece-nos uma mais-valia cultural que se soubermos aproveitar é uma fonte inesgotável de aprendizagem. Com eles podemos conhecer autores, realizadores, usos, costumes, tradições, disparates e também receitas de culinária. Um senhor italiano, num rasgo de genialidade, criou este prato que só o nome e a visualização me causam engulhos, mas que ele afirma a pés juntos __vejo-o até capaz de jurar sobre os textos sagrados__, que é uma delícia de comer e chorar por mais. E, acha que a sua criação é uma galinha dos ovos de ouro, e, que no dia em que os portugueses a descobrirem vão ficar ricos. Como, não sei, porque ele também não consegue explicar. Como ficar rico vendendo massa com sardinhas? Será vendendo em franchising aos japoneses? Na praia, ao mesmo tempo que as bolas de berlim? Abrindo restaurantes da especialidade? Eu bem me esquivo à confecção da dita cuja, que não como carne, que peixe muito raramente, só quando sou convidada, que o cheiro das sardinhas se entranha na pele, na roupa, nos tachos, nas frigideiras por largos meses, qual quê, não me larga com a massa com sardinhas. Por brincadeira disse-lhe que a colocaria no meu blogue, por isso para os mais corajosos, cá vai:
MASSA COM SARDINHAS
Ingredientes: (4 pessoas)
- 12 sardinhas (amanhadas, sem espinhas, todas limpinhas)
- 4 cabeças de alho
- 2 tomates grandes
- 1 cebola
- 1 raminho de salsa
- azeite
- sal e pimenta, a gosto
Preparação:
Alourar o alho e o azeite numa frigideira. Juntar a cebola, a pimenta, a salsa, as sardinhas e o tomate. Mexer tudo, desfazendo as sardinhas. Caso queiram e gostem podem juntar azeitonas sem caroço. Quando as sardinhas estiverem cozidas (+ ou - 8 minutos) juntar a massa que vai completar a cozedura na frigideira para absorver o sabor do molho e mexer tudo muito bem.
E, pronto. Agora é só livrarem-se de preconceitos e mãos à obra. A mim, só aquela imagem final do tudo muito bem mexido, me dá náuseas. Mas, isso é a mim, que sou como ele diz, uma portuguesa atípica. Que giro, não sabia.

4 comentários:

Mary disse...

E sardinhas assadas acompanhadas com açorda?

no Alentejo usa-se muito, mas eu acho que não liga.

Zoe disse...

mary, queres que eu vomite em cima do meu pc????????

Luisa Moreira disse...

Acho que não vou gostar. Tente outra receita, pode ser...

Zoe disse...

impossível convencer erste senhor que só a ideia nos causa engulhos...