quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A Mégui está em alta

Este post é todo ele dedicado à Mégui que agora, do outro lado do Atlântico, arranjou uma nova amiga, a Turmalina. Pois é, a Mégui é assim. Um milagre e uma força da natureza. Ainda há pouco tempo, diz-me a Ti Luciana: Quero ir visitar a Mégui! A Mégui recebe visitas, comentários, beijinhos. Aqui está ela, no inverno passado, na minha marquise totalmente virada a sul, logo muito quentinha, quando o sol ali bate todo o dia e todos se batem por estar ali deitados... Aqui com o meu gato Rubi. Publico também um desabafo do Pedro, escrito há uns tempos atrás, que tinha ficado esquecido na caixa de comentários, e que merece vir cá para cima, para a luz do dia.
«Ainda que em corpo de animal, Mégui é símbolo de resistência.
Digo resistência porque ELA transforma a dor em alegria. Não será esta uma
lição, das mais profundas, para o mundo dos ditos seres pensantes? Eu penso, mas nem sempre chego a esta mutação (espiritual). Agora falo directamente com a Mégui: o racionalismo é uma espécie de traição da natureza, penso, penso, penso e em nada simplifico o que pré-existe! Mégui é uma lição para o meu olhar: Olhai os lírios do campo ... “Considerai os lírios do campo. Eles não fiam nem tecem e no entanto nem Salomão em toda sua glória se cobriu como um deles.” Compreendo tudo isto, mas não o entendo. Megui, por sua vez, entende com toda a sua vida.
Pedro Maximino»



2 comentários:

Turmalina disse...

Demorei, mas cheguei, e que surpresa boa encontrar a Mégui por aqui.E eu não encontraria palavras melhores do que as que o Pedro usou para descrevê-la.Olhemos os lírios do campo!!!Mégui, um grande beijo e um abraço apertado.
Obrigada, Zoe :o)

Zoe disse...

oi turmalina
às vezes quando estou deprimida, é a mégui com a sua força que me dá força.
beijinho
zoe