terça-feira, 9 de junho de 2009

Em memória da Boneca, descanse em paz

Vocês que têm seguido os últimos tempos da Boneca lembram-se que ela na 6ª feira, 22 de Maio tinha saltado para um quintal, isolando-se para morrer. Pensávamos nós. Deixámos de a ver durante três dias. No domingo 24 de Maio fiz-lhe até uma oração fúnebre neste blogue. No dia seguinte apareceu. Até ontem viveu naquele quintal onde não temos acesso, mas conseguíamos-lhe mandar comida. Pescada crua, o seu petisco preferido.
Ontem, tivemos um terrível baque: sabe-se lá como, a Boneca tinha conseguido saltar e escalar muros e ali estava na praceta, pele e osso e aquele tumor mamário do tamanho de um balão, mal se podendo mexer, indefesa, prestes a ser atacada por um cão ou esmagada pela manobra de um carro. Já não comeu nada. Nunca mais comeu nada.
Hoje ao fim da tarde, o veterinário Francisco conseguiu apanhá-la pelo cachaço, metê-la dentro da transportadora, anestesiá-la e adormecê-la para sempre.
A Boneca desafiou até ao fim todas as leis da natureza, não se quis isolar nem esconder para morrer, quis vir para perto de nós. Ou, de tão esperta que era, sabia que nós iríamos fazer os possíveis e impossíveis para lhe aliviar o sofrimento. E, veio ter connosco, a quem nunca deixou fazer uma festa. Descansa em paz, Boneca, no Céu dos Gatos.

6 comentários:

Luisa Moreira disse...

Ainda ontem me tinha lembrado dela e, estive para lhe perguntar mas depois por qualquer motivo não o fiz e, sem a conhecer choro por ela.
Tive que tomar essa decisão com a maior das dores, mas ela estava a sofrer muito com ataques epilépticos. hoje ainda me culpo pela morte dela. Há quem não compreenda porque eu sofro pelos bichos.

Descansa Boneca, faz companhia à Matilde que era igual a ti.

WOLKENGEDANKEN disse...

Ohhhh, que triste . Eu tambem adoro os gatinhos.

Zoe disse...

são das decisões mais dolorosas que temos de tomar. (em outubro tomámos uma semelhante) nós estamos prostradas com a boneca, uma gata a quem nunca fizemos uma festa ou pegámos ao colo, imagino a dor com a matilde, esta dor com o sofrimento animal é inexplicável, nasce-se com ela

Zoe disse...

wolk, eu adoro todos: gatos, cães, galinhas, touros, burros, baleias, macacos, girafas, hipopótamos, elefantes,coelhos,porcos...lobos...

Isabel Preto disse...

Que pena! Os animais conseguem ser mais fortes e verdadeiros que alguns humanos. Deves estar a sofrer, pela boneca. Força, coragem e beijinhos.

Zoe disse...

obrigada isabel
sim de facto hoje estou dorida como se estivesse com gripe