quarta-feira, 21 de abril de 2010

Saudade

Esta madrugada a morte passou pelo meu quarto e levou-me a minha querida Mooi. Morreu sem um ai, nem um estremecimento, como um passarinho. Estava inconsciente, desde a véspera, numa espécie de coma, seguimento de um avc, ou um ataque cardíaco ou qualquer coisa que lhe deu e que ficou inconsciente. 

Últimos tempos

Últimos tempos

14 comentários:

César Ramos disse...

Fiquei triste com este desenlace. Não a conheci, mas vou guardar estas fotos!
Vai para junto da Kitty de um amigo, falecida há alguns anos sem se saber como, nem porquê.
Eu gostava tanto dela, que o dono escondeu-me durante algum tempo o que tinha acontecido!

Muitos beijinhos meus na Mooi. Foi feliz junto de si (...) bem-haja Zoe.

Um abraço
César

CGS disse...

Só quem nunca teve um animal ou não lhes conhece a doçura não compreende que a sua morte pode ser comparável à de um familiar querido. Deixo-lhe um beijinho na esperança de que a partilha a possa confortar um pouco.

Zoe disse...

César
foi feliz comigo, mas por tão pouco tempo! tinha-a comigo desde Setembro de 2006, (no ano passado nesta data, contei a história dela, aqui no meio espaço). Ainda era tão novinha, aliás a mais nova da família.Eu vou publicar mais fotos dela, porque sobre a Mooi há muito para contar,para juntar as da Kitty.
Abraço
Zoe

Zoe disse...

Blue
Cheguei agora de dar uma última morada digna à Mooi, porque ela era uma famíliar muito querida, a minha amiga mais próxima. Cozi-lhe uma mortalha, cavei-lhe a sepultura, teve flores. Está sepultada à sombra de uma árvore, no quintal de uma amiga, que ainda consigo ver, de uma janela de minha casa.
A partilha conforta sim. Obrigada

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Sei bem o que sentimos quando perdemos a companhia de um animal, por isso imagino como se sentirá agora. Fique bem.

Zoe disse...

Olá Carlos, sinto-me muito mal,perdi uma amiga.

WOLKENGEDANKEN disse...

Sinto muito por ti ! um beijinho. Segundo as fotos foi uma gatinha muito simpatica

Zoe disse...

Oh sim, era simpática e adorava a dona!vejo a minha gata em todo o lado.é com se estivesse viva.

Greenie disse...

Oh, Zoe, sinto muito! Um grande beijinho.

Zoe disse...

obrigada Greenie,vejo a minha gata em todo o lado, parece-me que ainda está viva.

Viagens Lacoste disse...

Zoe imagino o que está a sentir, já perdi um amigo de quatro patas e dói mesmo muito.

Zoe disse...

Só mesmo quem passou pela perda de um amigo de quatro patas pode saber a profundidade da dor.quanto às outras pessoas, compreendem muito pouco o que isso significa.

Zélia disse...

Lamento muito, Zoe.
Bj.

Zoe disse...

A Mooi que era insuficiente renal, lembras-te há três anos, quando ela esteve internada, no dia do famoso jantar, fui depois ter com vocês ao Camões, pois tinha ido buscá-la ao hospital; e , afinal acabou por ter uma doença oncológica.
o destino cruel, até para os felinos!